INGREDIENTE

Óleo de Ylang Ylang

Cananga odorata

Ylang Ylang
Doce, inebriante e floral
82
Produtos com este ingrediente

O ylang ylang é uma planta pertencente à familia Annonaceae. O óleo é extraido das flores da planta por destilação a vapor. As árvores de ylang ylang podem crescer até aos 18 metros de altura em Java, Sumatra e nas Filipinas. Em dialecto local ylang ylang significa flor das flores

Descrição

Descrição

Óleo de ylang ylang é incolor ou um amarelo muito pálido. Tem um aroma inebriante, doce e floral e é frequenteente usado em aromaterapia pelas suas propriedades anti-stress e para combater a depressão.

Usamos este óleo para criar as fragrâncias que entram em muitos dos nossos produtos. O ylang ylang extra é o melhor e mais rígido padrão de qualidade. O nosso fornecedor em Comoros assegura que a qualidade do nosso ylang ylang extra é a melhor no mercado.

De relance

De relance

Benefício
Doce, inebriante e flora
Altura da colheita
Throughout the year
Origem
Comoros
Óleo de Ylang Ylang existe nestes produtos
82
Produtos com este ingrediente
Óleo de Ylang Ylang existe nestes produtos
Figs and Leaves é um sabonete suave que está cheio de figos e folhas para te reconfortar
Sabonete
Adão e Eva aprovam
5,25 €
100g
Bomba de Banho
A bomba do amor
4,95 €
200g
web_twilight_bath_bomb_commerce_ayr_2017
Bomba de Banho
Deixa que o sol se ponha
5,25 €
200g
Jungle um dos condicionadores de cabelo Verde feito com frutas tropicais
Condicionador Sólido
Domestica o cabelo selvagem
8,95 €
50g

DESTACADO

Pétalas perfeitas: o abastecimento de ylang ylang

O exótico óleo de ylang ylang é usado por todo o mundo pelas suas propriedades calmantes, mas obter um ingrediente de qualidade de forma sustentável requer uma nova abordagem no que toca ao seu cultivo. 

Obtido através das flores da árvore cananga odorata, o óleo de ylang ylang é rico, exótico e possui uma fragrância maravilhosa. Para além disso, possui uma série de benefícios para a saúde: por isso está tão bem documentado ao longo da história – e por isso é tão popular nos dias de hoje.

Curandeiros nas Filipinas – onde as flores crescem de forma natural – têm usado, desde sempre, o óleo de ylang ylang para curar cortes, queimaduras, picadas de insetos e de cobras; é tão venerado neste país que as suas flores são utilizadas para adornar altares e imagens religiosas.

No entanto são as suas propriedades calmantes e relaxantes que o tornam tão popular: é utilizado em distúrbios relacionados com o stress, como a depressão e a ansiedade. Acredita-se que o seu aroma quente e adocicado promove a paz interior e sentimentos de alegria e há uma longa lista que prova que é um afrodisíaco bastante eficaz: seguramente que não é coincidência a tradição indonésia de decorar as camas de casais recém-casados com flores de ylang ylang.

O óleo vai mais além da sua fragrância, sendo um estimulante para a pele e para o cabelo. É por isso que o encontras em tónicos, champôs, produtos de banho e barras de massagem. Não é raro encontrá-lo com jasmim, uma vez que os dois aromas se complementam na perfeição.

Ylang on the hillside
Ylang harvest

A cananga odorata é uma árvore tropical que pode crescer até aos 20 metros de altura. É nativa das Filipinas, Indonésia e Malásia e, uma vez que gosta de sol e de um solo parecido ao seu habitat natural de selva tropical, também é cultivada em Madagáscar, Polinésia e Ilhas Comores, na costa sudeste de África, onde a Lush compra o seu ylang ylang.

O ylang ylang é a maior exportação destas ilhas e um recurso muito importante para as comunidades locais, no entanto, a dependência do arquipélago por esta flor levou a alguns desafios de sustentabilidade. O óleo é produzido em pequenas unidades de destilação que utilizam lenha. A crescente procura por lenha (utlizada para cozinhar, aquecimento e na produção de óleo de ylang ylang) levou à deflorestação de algumas zonas.

Para combater isto, a Lush trabalha com uma variedade de organizações não-governamentais na região para encorajar a agrossilvicultura e a reflorestação, assim como providenciar formação para os trabalhadores que produzem o óleo para os nossos fornecedores. No entanto, como parte de uma estratégia a longo prazo, estamos a produzir o nosso próprio óleo de ylang ylang, de uma forma sustentável e amiga do ambiente, no Gana.

Comprámos uma plantação de ylang ylang no Gana há cerca de 8 anos, e, nos últimos 5, temos trabalhado para torná-la num ecossistema próspero não só para o ylang ylang como também para outras árvores e vida selvagem.

Quando chegámos, no entanto, encontrámos uma monocultura, uma prática que, geralmente, significa más notícias. A monocultura utiliza a terra para o cultivo de apenas uma espécie o que não só gasta muito energia como também perturba o equilíbrio dos ecossistemas, resultando na perda de biodiversidade. A destruição de floresta autóctone na Indonésia para a plantação de dendezeiros para a produção de óleo de palma é um bom exemplo de monocultura.

O oposto a esta prática é a permacultura, onde uma mistura de plantas e árvores trabalha para criar um ecossistema natural e autossuficiente. Cada planta e árvore cumpre uma função especifica, como fornecer comida, sombra ou equilibrar os níveis de nitrogénio, ajudando o ambiente a crescer e a prosperar em equilíbrio e harmonia.

Este é o objetivo da nossa plantação de ylang ylang. Para além de árvores cananga odorata, plantámos lianas de baunilha e erva-príncipe – plantas que fornecem boa cobertura e ajudam a manter a hidratação dos solos – e ainda podem ser utilizadas nos nossos produtos. Também plantámos mamoeiros e coqueiros para apoiar a economia local, criando postos de trabalho e fornecendo os mercados locais. Aqui, não utilizamos nenhum tipo de pesticida ou fertilizante, uma vez que grande parte das plantas tem propriedades fertilizantes naturais graças às mantas criadas pelas suas folhas no solo da plantação. Ainda não estamos registados como orgânicos, mas é um dos nossos objetivos.

Nos últimos anos, o Gana tem assistido a épocas de seca severa e por isso, para além de plantas que mantêm a hidratação do solo, criámos lagos para ajudar a colher o máximo de água possível durante estas épocas. Isto também apoia a vida selvagem, ao criar um habitat rico para insetos e pássaros (que adoram as pequenas bagas pretas da cananga odorata).

A quantidade de óleo de ylang ylang que conseguimos produzir no Gana é muito pequena – cerca de 30kg por ano – por isso não somos completamente autossuficientes, mas é uma questão de tempo. No entretanto, aplicamos as lições de permacultura aprendidas na nossa plantação para desenvolver novas abordagens, sustentáveis e regenerativas, à produção de recursos, ao mesmo tempo que continuamos a trabalhar para garantir que todos os nossos ingredientes proveem de habitats variados, equilibrados e felizes.   

Por Rachel England