INGREDIENTE

Cacau em Pó

Theobroma cacao

Cocoa Powder
O alimento dos deuses
13
Produtos com este ingrediente

O cacau em pó contém resíduo de manteiga de cacau, o que lhe confere uma textura aveludada que usamos nos nossos produtos de cuidado de pele e de banho, repletos de propriedades suavizantes.

Descrição

Descrição

A árvore do cacau (Theobroma cacao – ‘o alimento dos deuses’) é nativa da América tropical e pode crescer dos 3 aos 20 metros. A árvore produz fruto ao seu quarto ano, sob forma de vagens vermelho-escuro ou castanhas, com até 50 sementes cada. Estas sementes são fermentadas, o que elimina a sua amargura, sendo depois limpas, torradas e rachadas, removendo-se assim as cascas. As 'pepitas de cacau' resultantes são moídas até se formar uma pasta espessa e oleosa chamada licor de chocolate, o qual é depois sujeito a alta pressão para separar a manteiga de cacau do pó de cacau. O resíduo em pó é o cacau em pó que usamos nos nossos produtos.

De relance

De relance

Benefício
Alimento suavizante para a pele
Origem
Colômbia
Cacau em Pó existe nestes produtos
13
Produtos com este ingrediente
Cacau em Pó existe nestes produtos
Disponível a 17 de Junho
Tumeric latte é um dos novos geis de duche amarelo a lembrar um verdadeiro latte com curcuma e leite de coco
Gel de Duche
Latte amanhã!
20,00 €
250g
Disponível a 17 de Junho
cookie dough community shower scrub
Esfoliante de Corpo
De cheirar por mais!
19,00 €
300g
Cupcake é uma das máscaras faciais frescas da Lush de chocolate para pele adolescente
Máscara Fresca de Rosto
Limpa e purifica com este tratamento achocolatado
9,95 €
75g
Barra de Massagem
Dá um pouco de amor
6,95 €
30g

DESTACADO

Os frutos do chocolate

A Fundação de Produtores Orgânicos Dominicanos (FUNDOPO) é uma organização central de pequenos produtores da República Dominicana que produzem cacau da mais alta qualidade a preço justo.

Oficialmente criada em 2007 em Villa Altagracia, a FUNDOPO une cerca de 1500 agricultores de regiões distantes, onde a pobreza é generalizada e onde as comunidades dependem da produção de cacau como meio de sustento. 

O tamanho médio das fazendas são de um hectare e meio a dois hectares, havendo uma mescla de plantações orgânicas que são vendidas nos mercados locais como fonte de rendimento suplementar; é frequente o cultivo de árvores de cítricos junto das árvores do cacau. Cerca de 15% dos agricultores são mulheres, que possuem terras de forma direta e não por via dos seus maridos. 

A cooperativa trabalha de perto com a Yacao, uma organização criada em 1999 para ajudar pequenos agricultores a gerar melhores rendimentos ao produzir cacau da melhor qualidade. Funciona juntamente com a FUNDOPO com a finalidade de estabelecer relações duradoras com cada produtor, tendo por base os princípios de comércio justo , incluindo a compra de todo o cacau a preço justo (apesar dos agricultores FUNDOPO não serem obrigados a vender à Yacao, podendo vender a outro comprador se o preferirem) e no fornecimento de formação contínua.  

Assim que as frutas do cacau são cortadas à mão das árvores durante as duas épocas de colheita, estas são levadas para os centros de recolha locais. São depois entregues ao centro de processamento da Yacao, onde são fermentas e moídas. Após um cuidadoso controlo de qualidade, o cacau é embalado e enviado para a Europa para ser transformado em manteiga de cacau e cacau em pó. 

A FUNDOPO tem usado os prémios de Comércio Justo para apoiar variados projetos dentro das comunidades, desde a construção de centros comunitários, infraestruturas para a criação de fornecimento de água potável ou no apoio à formação. 

 

 

“... a FUNDOPO une cerca de 1500 agricultores de regiões distantes, onde a pobreza é generalizada e onde as comunidades dependem da produção de cacau como meio de sustento. "