DESTACADO

Criatividade com óleos essenciais: Chef de aroma Louise Bloor

Pensa na tua comida favorita. Pode ser um decadente bolo de chocolate, um delicioso prato de massa ou um prato cheio de batatas assadas. O que quer que seja, o aroma por si só, vai fazer-te salivar. Isso deve-se ao facto de 80% do sabor de um alimento vir do cheiro, e é por isso que é tão difícil saboreares a comida quando tens o nariz entupido.

Reconhecendo a ligação inextricável entre o cheiro e o sabor, a perfumista Louise Bloor decidiu combinar o seu amor por fragrâncias finas e comida deliciosa para criar o Fragant Supper Club (FSC). Usando o seu conhecimento e experiência do Sistema olfativo, ela abriu a sua casa e a sua cozinha para criar um espaço onde as pessoas podem juntar-se e apreciar boa comida melhorada com óleos essenciais.

Ao longo de cinco pratos, Louise mistura ingredientes sazonais com óleos normalmente usados em perfumaria, para criar intensas e deliciosas experiências de aroma e sabor.

Ela explica: "Cheiro e sabor são muito pessoais. Toda a gente tem cheiros que gosta e outros que não gosta, e memórias associadas aos mesmos, sendo muita da experiência do Supper Club feita com base na partilha. Não é só sobre a comida; é sobre partilhar comida, memórias e falar sobre tudo o que gira em torno disso."

Mas Louise não se fica só por adicionar óleos essenciais aromáticos às suas receitas. Uma refeição na sua casa inclui toda uma panóplia de maneiras de melhorar a refeição, incluindo talheres com aroma, frascos de perfume para serem usados durante alguns pratos, e ventoinhas com aroma a café para ajudar a limpar narizes e palatos.

"O paladar é formado pelo sabor na tua boca e pela fragrância no teu nariz", diz Louise. "O cheiro pode de facto mudar a maneira como sentes o paladar de algo. Mesmo que não estejas a provar o alimento em si, mas se o consegues cheirar, pode afetar a maneira como sentes o sabor na tua boca."

Isto é provavelmente mais notório em relação aos vinhos. Os sommeliers passam muito tempo a treinar os seus narizes para reconhecer as notas e sabores de um vinho fino. Se reparares nos rótulos dos vinhos, é frequente sugerirem alimentos para complementar o sabor do teu merlot, chardonnay ou pinot grigio.

Mas qual é o benefício de combinar estes dois sentidos durante um jantar? A Louise acredita que cria uma experiência mais intensa e agradável para os seus convidados."Quando as pessoas se focam no sentido do olfato, é como descobrir todo um novo mundo sobre o qual normalmente nem pensam. O olfato é incrivelmente pessoal e poderoso, podendo ser muito emocional. "É algo em que não pensa realmente, e por isso, quando se é inundado por ele, começamos a ficar entusiasmados e temos sempre imenso para discutir."
Mas qual é o benefício de combinar estes dois sentidos durante um jantar? A Louise acredita que cria uma experiência mais intensa e agradável para os seus convidados.
"Quando as pessoas se focam no sentido do olfato, é como descobrir todo um novo mundo sobre o qual normalmente nem pensam. O olfato é incrivelmente pessoal e poderoso, podendo ser muito emocional. "É algo em que não pensa realmente, e por isso, quando se é inundado por ele, começamos a ficar entusiasmados e temos sempre imenso para discutir."

A Louise está certa; o olfato, mais do que qualquer outro dos nossos sentidos, está ligado às nossas emoções. É por isso que apenas um pouco de um certo perfume pode evocar memórias fortes. Quando emparelhado com comida - algo que tem ligações com o nosso lar e a nossa infância - o efeito pode ser surpreendentemente nostálgico, pode ajudar estranhos a formar laços e a explorar interesses comuns.

Louise dá um exemplo de um jogo que costuma jogar para quebrar o gelo nos seus jantares. Ela dá a cada um dos seus 16 convidados, muitas vezes estranhos uns aos outros, um papel de cheiro misterioso. O objetivo é encontrar um papel de cheiro igual por entre os convidados.

Ela explica: "Este jogo força as pessoas a falarem umas com as outras. Ao princípio são tímidas, mas depois de cinco minutos começo a ouvir conversas ensurdecedoras do hall. Têm muito a dizer sobre o seu olfato, o que gostam e o que não gostam, até porque raramente têm a oportunidade de falar sobre isso.

Vão sempre começar a falar sobre o que aquele cheiro lhes faz lembrar, como por exemplo 'Oh, acho que este cheiro é feno! Faz-me lembrar de quando tinha cavalos e tinha de os alimentar'. Depois há pessoas que não concordam e começam a trocar histórias. É engraçado vê-los a juntarem-se e a falarem imenso."

O Fragrant Supper Club cria um espaço para explorar, usando os narizes, de uma forma que é rara no dia-a-dia. A comida de Louise, seja gelado de gerânio, um molho de manjericão ou um creme de tabaco, encoraja a discutir sobre um sentido que é muitas vezes posto em segundo plano, reconhecendo a sua importância e a sua beleza.

Então, podes simplesmente adicionar uma gota de óleo essencial ao teu chantili? Bem, se queres explorar esta relação entre o olfato e o paladar, assegura-te que os óleos que compras são comestíveis e de boa qualidade. Obter óleos cítricos diretamente da casca de uma fruta é uma boa maneira para incluir um óleo essencial na tua refeição. Ou porque não borrifar um pouco de perfume enquanto comes para perceberes como é que isso afeta o teu paladar?

Comentários (0)
0 Comentários