DESTACADO

Proteína vegan? Sim, é verdade!

Primeiro escorria, depois ficou nu e rígido; agora o nosso champô prepara-se para… tenta descobrir aqui. (Dica: tornou-se vegan!)

‘Onde/como consegues obter proteína?’ é uma pergunta feita aos vegans de todo o mundo, a qual também considerámos quando decidimos remover os ovos dos nossos produtos.

O inventor de produtos Lush - Daniel Campbell - aceitou o desafio de experimentar alternativas à base de plantas que não apenas reproduzem a textura do ovo, mas também fornecem a proteína que ele oferece. Através dos seus avanços, descobriu um punhado de substitutos que não só melhoraram as fórmulas existentes, como também levaram à génese de uma linha inteiramente nova de produtos para cabelo: os champôs de proteína vegan.

 

Adeus ovo! Olá aquafaba!

Esta nova família de champôs consiste em quatro blocos de champô livres de embalagem: Silica, Café, Fix e The Black Stuff. Cada um contém diferentes combinações de proteínas, mas a aquafaba – o líquido gelatinoso cheio de nutrientes que se obtém depois de ferver grão-de-bico – está presente em todos. “Quando comecei a fazer estes produtos quis ver o que aconteceria se pegasse na base de um champô sólido e lhe adicionasse aquafaba”, diz Dan. “Obtive aquela incrível textura tipo marshmallow e permitiu-me acrescentar vários ingredientes para criar diferentes efeitos.”

Juntam-se a esta nossa festa vegan outras proteínas: gel de linhaça, lecitina de soja, tofu macio e glúten de trigo hidrolisado, para além dos aminoácidos arginina e leucina – comummente encontrados nos batidos de proteína. Ao contrário do ovo, que tem proteínas relativamente grandes, a arginina e a leucina têm polímeros proteicos pequenos o suficiente para se encaixarem no córtex do fio de cabelo, reparando-o desde o seu interior, para que tenha volume, suavidade e brilho.

 

Proteína-te!

Cada champô de proteína vegan apresenta-te um diferente portefólio de ingredientes, para cada tipo de cabelo; mas algo que todos têm em comum é a presença de dois antiestáticos. “É o que suaviza o cabelo”, explica Dan, o qual sugere que passes a barra diretamente sobre o cabelo molhado, pois essa fricção ajudará a criar camadas de espuma. “Assim que estiveres a enxaguar o cabelo depois do champô, a água quente irá derreter o produto e criar um condicionador: um surpreendente efeito 2 em 1”. Estes champôs estão disponíveis em blocos de 100g (inacreditavelmente leves!), proporcionando entre 50 a 100 lavagens. São predominantemente pensados para cabelos danificados, mas também ideais para aqueles que precisam de algo mais suave, visto que contêm significativamente menos surfactante que o tradicional champô e champô sólido. Tudo o que te basta agora é conhecer os recém-chegados…

Cafe Vegan Protein Shampoo

Silica: proteção de cor

O mote do Silica é travar o desvanecimento da cor. Com proteção solar, “é como um protetor solar para o teu cabelo”, afirma Dan. “O BMBM (butil metoxidibenzoilmetano) afasta os UVA e UVB, dando-te dupla proteção, aliado ao óleo de sementes de framboesa”. O Silica tem este nome a partir das saquetas de silício – sendo que este ocorre naturalmente da erva cavalinha, aumentando o brilho e a elasticidade. Brincando com a tua perceção, este champô cor-de-rosa não tem o aroma doce que poderias esperar, mas sim um aroma fresco e herbal, graças à quantidade de absolutos e óleos, que incluem hortelã-verde, lavanda e tomilho. Também com sumo fresco de limão orgânico, dá um toque cítrico, encorajando as cutículas capilares a fecharem, refletindo assim mais luz.

 

Fix: booster para cabelos louros

Este champô roxo contém camomila e calêndula para iluminar naturalmente os cabelos louros, desde os naturais aos ‘oxigenados’. “Também adicionámos a cor Violet 2,” acrescenta Dan, “usada em toners para neutralizar tons amarelos.” O óleo de coco confere hidratação, tal como o azeite virgem extra, que se junta à aquafaba na equipa incansável para aumentar a força tênsil do cabelo, tornando-o menos propenso a quebras. O óleo de jojoba orgânico, bem conhecido pela sua afinidade com os óleos naturais do cabelo, nutre intensamente o cabelo quimicamente danificado. Já o sumo de limão não só traz aquela nota cítrica, como também adiciona brilho. Com jasmim, pau-rosa, ylang ylang e folha de violeta, terás uma fragrância sedutora e floral.

 

The Black stuff: volume e brilho

Se os teus cabelos estão a implorar por algum brilho, envolve-os nas camadas revitalizantes do The Black Stuff. Dan explica que “este champô não é tão condicionante como os outros, mas, de todos, é o que dá mais volume.” Um dos ingredientes não-tão-secretos é a cerveja stout – que fornece o nome a este bloco preto – adicionando suavidade, volume e brilho, dizendo-se ser particularmente eficaz nos cabelos escuros. O melaço, tal como o mel, age como um humectante, transportando e retendo a hidratação no cabelo. A levedura e o vinagre balsâmico envolvem as cutículas capilares numa película protetora, encorajando a que os fios se expandam; ao mesmo tempo, o carvão elimina o congestionamento nos folículos, permitindo assim novo crescimento. Com o aroma forte do jasmim e o absoluto de flor de laranjeira revigorante, este champô tem um cheirinho vivo e botânico, que ficará contigo por horas.

 

Café: estimulador de retenção de cabelo

Tal como o nome sugere, é-te servido o champô Café como uma dose de cafeína, para ajudar a promover o crescimento capilar. “Se alguém estiver preocupado com a queda de cabelo e quiser algo para preservar o cabelo que tem, este é um bom produto para tal” diz-nos Dan. Enquanto a cafeína encoraja o crescimento de cabelo saudável ao estimular a circulação sanguínea no couro cabeludo, a menta fresca e os cristais de mentol produzem uma sensação fresca nos folículos capilares, fazendo-os contrair. O licopódio em pó é condicionador e absorvente, para limpar naturalmente o couro cabeludo e descongestionar os folículos, ajudando também no crescimento capilar. Os óleos de laranja do Brasil e de limão Siciliano contam com o absoluto de baunilha para criar um perfume doce e frutado, enquanto o óleo de cravinho adiciona uma nota quente e apimentada; além disso, também tem propriedades antisséticas, que vão purificar e estimular o couro cabeludo, uma vez mais.

Então, vais querer um Café para acordar o teu cabelo ou preferes uma The Black Stuff fresquinha para uma vida com mais ritmo? Talvez escolhas o Silica como proteção ou uses o Fix para afastar esses tons sem brilho. Qualquer que seja a tua escolha, da próxima vez que te perguntarem: ‘Mas então, onde é que consegues obter a tua proteína?’...

...terás uma resposta melhor: Lush!

Comentários (0)
0 Comentários
Conteúdo relacionado (3)

Produtos relacionados

3 artigos
Acabou
the balck stuff vegan protein shampoo
Champô de Proteína Vegan
De cabelo fino a fino cabelo
19,00 €
100g
Acabou
Fix é o champô exclusivo Lush Labs de cor roxa de camomila para dar uma nova vida aos cabelos loiros e até oxigenados
Fix
Champô de Proteína Vegan
Absolutamente aquafabuloso
19,00 €
100g
Acabou
cafe caffiene vegan protein shampoo
Champô de Proteína Vegan
Toca a acordar!
19,00 €
100g