DESTACADO

Premiar a regeneração: Revelada a lista dos nomeados do Lush Spring Prize 2019

O Lush Spring Prize está de volta e pronto para premiar os melhores projetos de regeneração do mundo!

A celebrar o seu terceiro e entusiasmante ano de vida, o Lush Spring Prize regressa com um fundo de £200,000, destinado a apoiar iniciativas de regeneração que resolvam problemas criados pelo Homem, com soluções orgânicas e em escala humana.

As mais de 250 candidaturas por parte de 68 países, passaram a uma seleção de apenas 50. As mudanças climáticas e o alcançar dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável propostos pela ONU, estavam entre os tópicos mais comuns que teceram a tapeçaria das diversas candidaturas deste ano.

Os projetos selecionados incluem desde ativistas e académicos, até produtores agroecológicos de pequena escala e grupos Indígenas. Apresentam trabalhos que visam reparar e restaurar a Terra, adotando uma abordagem holística para superar problemas ambientais, sociais e económicos.

Relembrando: o que é a regeneração?

Simplificando, a regeneração é o processo de restaurar algo ao seu estado original ou uma versão melhorada de uma forma que, em última análise, beneficia tudo e todos.

“Para mim, a regeneração é assegurar que estamos a reabastecer recursos numa velocidade mais rápida do que aquela em que estamos a esgotá-los”, afirma Gamelihle Sibanda, profissional de biomimética e jurado do prémio.

“Noutras palavras, queremos garantir que permanecemos dentro dos limites ecológicos, para que possamos viver de maneira sustentável. Mas, indo além da sustentabilidade, a regeneração começa a lidar com o atraso que vem do passado e com os danos ao meio ambiente e às sociedades fraturadas. E começa, então, a curar isso. Ou seja, é ir além do processo de cura e realmente prosperar dentro deste, com um benefício positivo para o planeta”.

O Spring Prize, que é um empreendimento conjunto entre a Lush e a Ethical Consumer Research Association, tem o intuito de enaltecer projetos que não apenas ajudem a restaurar o meio ambiente local, mas que também nutram o bem-estar de todos os membros da sua equipa, comunidade e redes que constroem. Assim, este prémio tem como objetivo principal elevar o perfil do movimento como um todo, inspirando mais indivíduos, grupos e comunidades a iniciar o processo regenerativo.

“O Spring Prize premia projetos que desafiam as perceções sociais e trabalham contra todas as probabilidades de realmente regenerar as paisagens das quais fazem parte”, diz Anna Clayton, da Ethical Consumer. "Não podemos ter sistemas degenerativos que retiram mais do que podem retribuir."

E as categorias são…

O Lush Spring Prize consiste em quatro categorias, onde cada uma das quais pode premiar mais do que um vencedor.

O Intentional Projects Award premia novas ideias e startups com menos de 1 ano, oferecendo quatro prémios de £10,000 para as ajudar a criar uma base sólida. ‘Reflorestar Portugal’ é um dos candidatos promissores, que se formou após os incêndios portugueses de 2017, e agora está focado na criação de bancos de sementes e uma rede de viveiros para permitir projetos de reflorestamento.

Para projetos que variam entre 1 e 5 anos de idade, o Young Projects Award visa ajudar três grupos na sua expansão e desenvolvimento, dando um fundo de £20.000 a cada um. Um grupo que espera ter sucesso é o Uryadi's Village, um lar para crianças órfãs com princípios de permacultura no seu núcleo.

O Established Projects Award reconhece dois empreendimentos de sucesso com 5 ou mais anos, que também inspiraram as pessoas a espalhar a mensagem de regeneração, presenteando cada um com £ 25.000. Um integrante da corrida é o INUA (Instituto Nova União da Arte), um projeto de base na Favela da Zona Leste de São Paulo, Brasil. O seu objetivo é promover a regeneração da comunidade através da arte, cultura, educação ambiental e criação de trabalho remunerado.

A categoria final é o Influence Award, que oferece a cada uma de duas organizações £25.000, a fim de continuar o seu trabalho de campanha ou lobby para influenciar a política, a regulamentação ou a opinião pública no apoio à regeneração.

Quem capturou o interesse dos juízes durante o processo da lista final de nomeados foi o Karambi Group of People with Disabilities, com sede no Uganda. Criado em 1995, a sua equipa criou uma floresta de alimentos bem-sucedida, jardins de permacultura e um sistema de irrigação que permite a produção de alimentos orgânicos em todas as estações do ano. Também fazem demonstrações e treino de capacidades em centros, conseguindo inclusive levar a permacultura às escolas primárias, para que os jovens possam aprender a trabalhar com a natureza, enquanto produzem os alimentos nutritivos necessários.

Rufos, por favor…

Um grupo de dez pessoas proeminentes no movimento regenerativo, um membro da equipa Lush e um cliente especialmente escolhido, foram convidados a integrar o painel de jurados, e têm agora a difícil tarefa de traduzir estes 50 nomeados em 11 vencedores.

"Tenho a honra de poder participar no Spring Prize", diz Julia Wright, jurada do prémio e investigadora em Futuros Agroecológicos na Universidade de Coventry. "Estando já impressionada com o compromisso da Lush para com a permacultura e a agroecologia, ainda mais fiquei com o cuidadoso pensamento que foi dado a estes prémios, bem como o impacto real que terão nos projetos e organizações."

Precious Phiri, da Regeneration International, que também se junta ao júri, afirma: "O Lush Spring Prize é um trampolim para uma tribo de regeneradores; uma causa digna para um caso digno."

Os 11 vencedores de 2019 irão ser revelados a 22 de Maio, numa cerimónia de entrega de prémios em Londres, seguida por um evento de três dias de partilha de conhecimentos na Emerson College, em East Sussex.

Se fazes parte de um projeto de regeneração e perdeste o prazo para a competição deste ano, não entres em pânico! O Lush Spring Prize, que agora se tornou bienal, estará de volta em 2021. Mantém-te atento!

Descobre mais sobre o Lush Spring Prize shortlist

Ilustração ‘Regeneration’ de David McMillan

Comentários (0)
0 Comentários
Conteúdo relacionado (3)

Produtos relacionados

3 artigos
Argan é um dos óleos faciais em barra beje exclusivo Lush Labs para uma hidratação extrema com óleo de argão
Óleo Facial Sólido
Absolutamente maravilhoso
14,95 €
20g
Acabou
avocado naked shower gel
Gel de Duche Sólido
Despe-te e aba(ca)na-te
11,95 €
200g
Acabou
dubai batom vegan e cruelty free vermelho gloss
Embalagem Reciclada
Vermelho com subtons laranja, cremoso
16,95 €
9g