DESTACADO

O que é um óleo essencial? Uma introdução aos óleos essenciais, absolutos e perfumaria

Ora vamos a isso! Óleos essenciais são literalmente a essência da planta da qual provêm. São líquidos concentrados que contêm as partes da planta que atraem os polinizadores, afastam pestes e que, essencialmente, cheiram bem.

Os óleos essenciais são feitos de flores, árvores, ervas, especiarias, arbustos, rebentos e todo o tipo de vegetação. Mas cheirar bem não é tudo o que fazem. Estão cheios de coisas boas para a tua mente, corpo e alma, e é por essa razão que são usados há séculos como incenso religioso, remédios ou aromatizantes alimentares.

São usados em centenas de ingredientes do nosso dia-a-dia. São muitas vezes apenas vistos como "cheirinhos" que se compram em pequenos frascos e que se guardam lá por casa, mas são muito mais que isso. Podes encontra-los na lista de ingredientes de detergente da roupa, em velas finas com que decoras a casa, em doces que comes, perfumes que usas e ainda em medicamentos que tomas para afugentar a constipação. Resumindo, são bastante incríveis.

Um dos usos mais comuns para os óleos essenciais são os perfumes. As fragrâncias com que perfumamos a nossa vida são muitas vezes combinações inteligentes de vários óleos, da mesma forma que um artista constrói o seu quadro cores e tintas.

A palavra "perfume" vem do Latim per fumum que, literalmente, significa fumo - o método mais antigo de extração de perfume de plantas.

Os óleos essenciais podem ser feitos de centenas de plantas, o que significa que existe uma enorme variação em aspeto, cor e cheiro, já para não falar nos métodos de extração usados para os obter.

O método usado para obter um óleo depende da flor ou planta de onde é extraído. Cada método permite obter um produto final ligeiramente diferente, seja um absolto, concreto, manteiga ou óleo essencial. No entanto, independentemente da textura, todos têm benefícios fantásticos para o corpo e mente.

Comentários (0)
0 Comentários