DESTACADO

Limpeza profunda: A limpeza como chave para uma pele saudável

Água micelar, máscaras em folha e muito mais… um aumento no número de lançamentos de cuidados de rosto significa um constante incentivo para mudares a tua rotina por novos produtos que prometem milagres. Mas será a chave para uma pele perfeita ter uma rotina de cuidados de rosto tão caótica quanto o teu armário da casa de banho?

Água micelar, máscaras em folha e muito mais… um sem número de lançamentos de cuidados de rosto significa um constante incentivo para mudares a tua rotina por novos produtos que prometem milagres. Mas será a chave para uma pele perfeita ter uma rotina de cuidados de rosto tão caótica quanto o teu armário da casa de banho?

Embora possam não ser os produtos de cuidados de rosto mais excitantes da tua rotina, a cofundadora Lush e inventora de produto, Helen Ambrosen, acredita que o passo mais importante é a limpeza: “Se conseguires limpar a pele da forma certa, então tens a porta aberta para uma boa pele”, explica. “É a minha premissa número um. Assim que consigas encontrar o cleanser certo para ti, a tua pele vai poder sentir-se saudável e funcionar corretamente, tendo o melhor aspeto possível”.

Mas limpeza eficaz não significa encontrar o cleanser mais forte. Pelo contrário, é um equilíbrio delicado entre remover resíduos, suor e cosméticos, e não interferir com as bactérias boas que são únicas à tua pele – a tua microflora.

Conhece a família: Microflora

Podes nunca ter ouvido falar da microflora, mas, nos bastidores, estas bactérias trabalham a sério para proteger a tua pele de agentes patogénicos. Cada um de nós recebe a sua microflora ainda no canal de parto e, mais tarde, das pessoas com quem temos contacto nas primeiras semanas de vida. Isto forma a imunidade da pele: um mecanismo de defesa que consegue aniquilar em 20 minutos os microrganismos indesejados que cheguem à nossa pele. Aliás, manter a tua microflora forte é tão importante para uma pele saudável quanto limpar, tonificar e hidratar. Produtos com altos níveis de conservantes não distinguem entre microflora e bactérias invasoras, erradicando ambos – e retirando as defesas naturais da tua pele. É uma das razões pelas quais os cleansers da Lush são feitos com bastantes ingredientes naturais e frescos, com muito poucos ou nenhuns conservantes (e, por isso, uma data de validade mais curta).

Muitas borbulhas são resultado de confrontos entre a tua microflora e infeções que atacam a pele. O cofundador Lush e inventor de produto, Mark Constantine, explica: “Pensa na pele como um grande bolo inglês de Natal, cheio de passas e gorduras, coisas e coisinhas lá dentro, e depois uma camada de massapão, que cria uma camada de cobertura à superfície. Todos os conteúdos estão no centro do bolo, e as células do massapão migram para a superfície e descamam (caem, como escamas ou flocos)[come off in scales or flakes]. É assim que a pele se mantém saudável.

“Se imaginares colocar um dedo no bolo – é como um folículo capilar. Uma parte dos capilares vão mais abaixo ainda. Agora, quanto mais estreito for o buraco, mais terás tendência a ter borbulhas. Se a tua pele for fina e clara, que tem mais tendência a irritação, as entradas dos folículos capilares fecham. Podes estar coberto de microflora benéfica, mas no fundo do folículo capilar existem alguns organismos menos simpáticos que se começam a reproduzir assim que a pele se fecha. Estes são patogénicos e causam reação. Quando os glóbulos brancos se juntam para combater o que se passa, acabamos com pus e uma borbulha, o resultado desta luta. Isto significa que é de importância vital limpar a pele da forma mais gentil possível. Uma das razões pelas quais não queres muitos conservantes, é porque estes vão matar a tua microflora.”

De que forma se reflete então nos cuidados de pele? Significa que os cleansers mais eficazes conseguem remover quaisquer vestígios de maquilhagem, poluição, protetor solar ou o que quer que tenhas acumulado na pele perturbando ao mínimo a microflora que te protege dos agentes patogénicos. Mo Constantine, cofundadora Lush e inventora de produtos, explica: “Em alguns cremes, existem cinco ou mais conservantes, e isso é muito para a nossa pele. É um campo minado, por isso tentamos manter as coisas o mais simples possíveis na Lush.”

Expulsa a sujidade (e a maquilhagem)

Com isto em mente, esquece as passagens rápida com toalhitas desmaquilhantes antes de ir para a cama; os especialistas em cuidados de rosto da Lush sugerem levar a remoção de maquilhagem e sujidade de forma bem mais séria. Helena diz: “O perigo reside no facto de, ao não estarmos a remover a maquilhagem de forma completa, a pele fica suja e vamos colocar maquilhagem de novo por cima desta. Se começaste por usar maquilhagem para cobrir uma borbulha, isto contribui ainda mais para o problema.”.

E, apesar de quaisquer preconceitos que possas ter quanto a cleansers com base de óleo (acentuado pela crescente denominação “oil-free”), todos concordam firmemente que são a melhor forma de remover sujidade e maquilhagem, mesmo em pele que tende a ser mais brilhante.
“Limpar com óleos levanta a sujidade da pele e deixa-a muito suave,” explica Helen. “Se tens pele seca, isto chega. Se tens pele oleosa, os produtos com óleo são uma boa forma de preparar a pele para uma limpeza mais profunda com um esfoliante como os nossos cleansers frescos, ao remover a maquilhagem ou sujidade.”

Para a derradeira limpeza profunda, vira-te para o Ultrabland: o cleanser de culto da Lush e um verdadeiro favorito. Uma emulsão de água em óleo de amêndoa, (conhecido como cold cream), O Ultrabland também contém mel, glicerina e cera de abelha: humectantes que atraem óleo e, consequentemente, retiram sujidade e maquilhagem da pele. Adicionámos água de rosas da Turquia que acalma e suaviza; é um raro exemplo de um produto que limpa profundamente, mas é incrivelmente gentil na pele. Tão gentil que a Mo não usa outro cleanser há 22 anos. Diz-nos “Tenho pele muito intolerante e por isso uso Ultrabland e mais nada. Na minha juventude, o Mark inventou este cleanser de cera de abelha e óleo de amêndoa especialmente para mim, porque tinha a pele realmente seca e dorida.”

A recente adição à família dos cleansers, Like A Virgin oferece uma outra opção para os fãs dos cold creams. Esta versão sólida, sem embalagem e vegan da receita tradicional do cold cream, é feita com 50% de azeite extra virgem, óleo de jojoba (uma cera líquida conhecida pela sua compatibilidade com o sebo natural da pele), cera de candelila e um pouco de óleo de murta-limão. Ale, o inventor deste produto, promete: “Os óleos são o meio perfeito para dissolver resíduos de maquilhagem e excesso de oleosidade, e o Like A Virgin remove tudo, mesmo maquilhagem de olhos.”

hero gritty politti cleansing balm

A arte da esfoliação

Quando tiveres removido a maquilhagem e a sujidade, podes gostar de esfoliar. Esfoliar estimula a circulação, liberta-te de células mortas e ilumina a pele, dando-te o tão desejado brilho saudável. Mas quando toca a polir, não há um esfoliante ideal para todos.

A cofundadora Lush e entusiasta da esfoliação, Rowena Bird. tem algumas dicas: “Temos de encontrar o tamanho certo de grão, ou a esfoliação não vai fazer o que é suposto. Se for muito grande, vais andar apenas a espalhar coisas granuladas na cara. Se pequeno o suficiente, consegues uma boa esfoliação. Depois depende do quão intensa preferes que seja. Se queres que seja mais forte, como com o sal, consegues uma esfoliação a sério. Mas se tiveres pele mais sensível, vamos precisar de uma esfoliação gentil como com as amêndoas moídas, como no Angels On Bare Skin. Olha para a coleção que temos e encontra o tamanho e intensidade que melhor se adequa a tua pele.”

Descobrir o que funciona no teu caso, passa muito por escutar a tua pele. Há peles que não querem nada com esfoliações fortes, como com o Ocean Salt, outras adoram-no. Podes ter de esfoliar uma vez por dia, ou uma vez por semana. O que colocas na pele é tão importante quanto o que ingeres.”

Uma nota sobre sabonetes

Se a tua pele demonstra uma tendência para seca, a probabilidade é que te afastes de sabonetes. Mas se a tua pele tem uma sensação mais oleosa, o desejo de uma limpeza profunda poderá levar-te a usar uma barra. Ambas Mo e Helen tem uma palavra de precaução: “A pele oleosa precisa de ser tratada gentilmente, ao invés de a secar com sabonete,” esta explica, “Eu penso que os sabonetes deveriam ser a última escolha para lavar o rosto, pois secam muito a pele. Eu jamais recomendaria um sabonete para a pele, mas criamos uma oferta para aqueles que gostam, com o Coalface e Fresh Farmacy, que contém uma fórmula o mais suave possível.”

“O Fresh Farmacy contém cerca de 40% de argila, e também grandes quantidades de calamina em pó, por isso não terás muita espuma, mas sim uma delicada lavagem de argilas. O Coalface é uma misturas de argilas e carvão – é tão gentil que nem notarás que o usaste. Podes usá-los em qualquer parte do corpo. Como eu digo, não recomendo usar-se sabonete no rosto, mas se o fores fazer, fá-lo com algo que seja simpático com a tua pele. Argilas, lamas ou areia – tu podes limpar a pele com tantas outras coisas além de sabonete.”

Helen acrescenta: “A pele oleosa é tão delicada – são apenas as atitudes das pessoas que as levam a castigá-la. Foi daqui que a nossa filosofia do ‘como sentes a tua pele hoje’ surgiu. Pois muito do que queres para a tua pele tem influência em como te sentes contigo próprio nesse dia.”

O que é certo para ti

Esquece o mito de que uma limpeza realmente profunda possa inicialmente criar borbulhas, graças a toda aquela sujidade extra removida. Helen diz que não é exatamente isso que se passa. Ela explica: “Se usares um cleanser que não é indicado para ti, este irá estimular em demasia a tua pele. E muito frequentemente vemos alguém com uma pele desobstruída e com apenas uma borbulha. O que acontece com frequência é que o cleanser que usam é demasiado forte para o tipo de pele e esta protege-se ao inchar um pouco, e aí se torna muito fácil um folículo ficar retido e esse se tornar numa borbulha. Isto é o que acontece a pessoas que usualmente tem uma pele boa e nada difícil. Estimulam-na demais. Se tens um produto de limpeza assim, então durante um par de dias a tua pele terá uma aparência vibrante, mas depois a tua pele pensará ‘eu afinal não gosto disto’. E aí vai dizer-te que realmente precisas de algo mais gentil.”

Trata a limpeza da pele como um essencial, e não uma tarefa, esforça-te para a limpares profundamente, mas de forma gentil e a Helen sente-se confiante de que a tua pele irá colher todos os benefícios. “A tua pele muda ao longo da tua vida,” diz, “mas, se acertares na tua rotina de limpeza, não terás de mudar muito, a menos que a tua pele precise de um cuidado em particular. Se achares o cleanser perfeito para o teu tipo de pele, e esta se manter estável, então estarás a colher todos os benefícios. “

Quem diria que um humilde cleanser seria a chave para uma pele saudável e satisfeita?

 

Volta ao básico e encontra o teu cleanser e esfoliante perfeitos aqui (e fica de olho nas novidades que possam chegar nos #LushLabs). 

Comentários (0)
0 Comentários
Conteúdo relacionado (4)

Produtos relacionados

4 artigos
Like a virgin é um cold cream Lush Labs uma limpeza sólida como se usava antigamente para uma pele suave como se fosse tocada pela primeira vez
Cold Cream de Limpeza Sólido
Para sempre teu
5,95 €
15g
Ultrabland é um dos cleansers de rosto da Lush feito com óleo de amêndoa, água de rosa, cera de abelha e mel para uma pele limpa e suave
Cleanser Facial
Ultra-simples, ultra-eficaz
11,50 €
45g
Ocean Salt esfoliante de rosto y de corpo
Esfoliante de Rosto e Corpo
Esfolia e suaviza
12,50 €
120g
9 to 5 leite de limpeza facial de óleo de amêndoa e orquídea
Cleanser Facial
Leite suavizante e purificante
14,50 €
240g