DESTACADO

Como ter um dia de cabelo perfeito

Manter a tua juba em boa forma pode ser um problema cabeludo, mas não tem de ser assim. Segue estes passos simples no caminho para tornar realidade o teu cabelo de sonho.  

Desde franjas mal cortadas pelas nossas mães aos 12 anos, até escolhas mais "atrevidas" no que toca a cores durante os anos de adolescência ou cortes assimétricos de modas passadas, as nossas vidas podem muitas vezes ser contadas num historial de fantásticos e - vamos ser honestos - por vezes questionáveis "momentos de cabelo".

Mas com mais e mais ajudas disponíveis, aceitar a tua cor natural, tipo de cabelo ou saber como cuidar de cabelo processado, tudo está a ficar cada vez mais fácil. No entanto, ser bombardeado com informações sobre como cuidar de cabelo, curto, liso, encaracolado, escuro ou claro e ainda uma selva de produtos que são "anti-isto" ou "pro-aquilo" torna muito difícil saber onde nos encaixamos e que produtos usar afinal. Manter o teu cabelo feliz pode ser um processo de tentativa e erro: uma dança frustrante de produto em produto que pode ser difícil de aprender, um circo de loções e poções a rir-se sem piedade dos nossos dias de mau cabelo. 

Não temas e abre bem os olhos para uma séria leitura sobre cabelos que vai colocar o destino das tuas madeixas nas tuas próprias mãos.

Saber que produto usar e como usar é meio caminho andado, "se esmagares uma dose de abacates diretamente no cabelo não vai fazer grande cosia. O importante é escolher o menu certo de ingredientes para que possam ser aplicados corretamente", explica a nossa formadora de produto e super heroína de cabelos, Aleksandra Herbich. Conhecer o teu cabelo vai permitir-te escolher uma lista de ingredientes à tua medida para obter os melhores resultados. Que comece a "leitura de cabelos".

Esquece a bola de cristal ou coelhos em cartolas, os únicos truques aqui vão ser resultados de fazer cair o queixo e cabelos dignos de estrelas de cinema, coisa que consegues atingir sem varinhas mágicas, ilusões ou enganos. Uma lista simples de perguntas e uma boa dose de produtos bem eficazes são os únicos segredos para cabelo de fazer parar o trânsito.

Sem te querer submeter a uma aula de biologia aborrecida, podemos dizer que o teu cabelo é algo de fantástico - e não, não apenas porque acabaste de fazer um belo corte da moda - mas em toda a sua arquitetura. O nosso cabelo é único da mesma forma que o são as impressões digitais, por isso receitar um produto a alguém apenas por conta da sua cor de cabelo, por exemplo, seria inútil. Pensa no teu cabelo como pensas na personalidade; dois amigos podem ter traços semelhantes mas isso não signfica que tenham personalidades iguais. O teu cabelo é tão complexo e único quanto tu.

De forma resumida, o teu cabelo é formado por bolbo, fio, cutícula, córtex e, em alguns casos, medula. Tudo isto soa demasiado técnico, por isso vamos simplificar. O bolbo é um conjunto de células que produzem o cabelo, ao passo que o fio de cabelo é o que se vê acima do couro cabeludo. Este fio contém três camadas:

A cutícula: a camada mais de fora do fio é feita de cutículas de queratina sobrepostas. Isto torna o cabelo à prova de água e confere elasticidade para prevenir quebras. 

O córtex: uma camada interior, feita de fibras de queratina que se encontram paralelas umas às outras, dando força ao cabelo.

A medula: a estrutura de queratina tem bolsas de ar. A medula por vezes não está presente em cabelo naturalmente mais claro pois este é muitas vezes mais fino.

 Tanto a cutícula como o córtex determinam o tipo de cabelo que tens naturalmente. As cutículas do cabelo mais liso tendem a ficar para baixo, dando um abraço aperto ao cortéx, o que significa que o cabelo liso tende a reter a hidratação mais tempo, bem como a ter mais brilho pois reflecte mais luz, ao contrário das cutículas do cabelo loiro, naturalmente mais levantadas. Por esta razão também, o cabelo encaracolado tem muitas vezes falta de brilho e pode ser mais fácil de embaraçar.

 O cortéx também ajuda a determinar a tua cor, forma e espessura. A cutícula levanta ou baixa em reposta a vários factores, tal como a água quente ou fria, processos químicos e estilização a quente. É por isto que é recomendado enxaguar o cabelo em água fria depois de o lavar, pois ajuda a fechar as cutículas e selar a hidratação proveniente dos champôs e condicionadores.

What hair type am I?
What hair type am I?

Ok, isto é muito para saber e, não havendo microscópios à mão, pode ser demais para digerir, mas há outras formas de "ler" o cabelo e ajudar a dar os melhores cuidados a cada necessidade individual. Os passos seguintes vão ajudar a que domines a arte de ler o cabelo.

O que vais precisar para este exercício:

Dez minutos de sobra

Um espelho

Papel e lápis

Não te preocupes, não vamos pedir que pintes uma obra de arte digna do próximo Almada Negreiros.

(Podes começar esta viagem capilar sozinho ou, se te sentires um pouco apreensivo, chamar um amigo para ajudar. Coloca-te em frente do teu parceiro em vez de ao espelho e faz as mesmas actividades ao fazer as perguntas e observações sobre o cabelo um do outro.)

Coloca-te à frente do espelho e observa bem, esquecendo ideias pré-concebidas. O que vês? Pensa sobre o estado natural do teu cabelo, a sua forma, cor natural, por que processos químicos já passou e qual a sua espessura.

Após observar todos estes pontos, pergunta a ti mesmo as seguintes questões e responde honestamente. O que mais gostas no teu cabelo? E o que queres alcançar através dos produtos capilares? Talvez não seja má ideia ir escrevendo as respostas - ou podes ir apenas memorizando as mesmas. Pensa no tipo de look que queres atingir. Queres cabelo glamouroso e enorme, digno de uma superstar? Madeixas super lisas? Ondas tipo "saí agora da praia"? Ou uma juba fácil de arrumar e seguir?

Cuidados de cabelo passam muito por experimentar, por isso os produtos que escolhes e como os usas têm um grande impacto no look que és capaz de criar. Outros factores a considerar são como o gostas de ver, quantas vezes o lavas e em que condição está o couro cabeludo.

Por fim, agarra no lápis e desenha o teu "dia de cabelo perfeito"! O que o faz ser perfeito? O que vês?

Como gostas de dar estilo e finalizar o teu cabelo vai variando com o tempo, mas esperamos que este exercício te deixe pelo menos com uma ideia mais clara do que queres atingir no presente. Daqui podes começar a construir o menu perfeito para o teu cabelo.

Tenta pensar em produtos que possam trabalhar bem com o teu cabelo mas considera também os produtos que já usas e que funcionam bem. Por exemplo, se estás a usar um champô que te dá muito volume, tenta não escolher um condicionador que vá cancelar o efeito. Reavalia os teus hábitos regularmente pois o teu cabelo vai precisar de coisas diferentes em alturas diferentes, e fatores como clima, hormonas ou um novo estilo podem afectar isso mesmo. Finalmente, não tenhas medo de misturar tudo e fazer experiências com a tua rotina!

Agora que já sabes o que queres obter dessas madeixas, cria o teu menu especial dando uma olhadela nos nossos tratamentos, champôs, condicionadores e produtos de finalização que temos à mão. Tudo o que falta é teu dia de cabelo feliz.

 

Comentário (1)
1 comentário

sobre 3 meses há

Gostei imenso da explicação, foi curta e muito fácil de perceber. Também me ajudou muito a definir o que queria para o meu cabelo Obrigada Lush!
Conteúdo relacionado (0)

Produtos relacionados

0 artigos